que não nos falte amor
nunca
nunca.

In Astrologia Dezembros

E EM ASTROLOGIA, VOCÊ ACREDITA?


Hey, amigos!
Até o fim da minha adolescência, não dava a menor bola para Astrologia. Pra mim, essa ciência era resumida aos horóscopos de jornal ou daquelas revista bobas que mais pareciam escritas para pessoas retardadas. Embora seja considerada por muitos, grande parte da comunidade científica simplesmente não admite a Astrologia, sequer a consideram como ciência. Para eles, não há absolutamente nada que explique ou prove que o alinhamento dos planetas possa influenciar nossas psicologias ou o desdobramento do Universo. Hoje, eu penso justamente o contrário. 

O fato é que o tema "virou moda" e há muita banalização no que diz respeito ao serviço oferecido nos vários campos esotéricos. Não sou especialista e meu conhecimento (ainda raso por sinal), está sendo construído de forma autodidata. Como leio bastante e por diversas fontes, agora, já consigo separar os conteúdos sérios dos que não vale a pena nem ler e aplicar na minha vida.

Houve uma história bem louca com meu Mapa Natal. A primeira vez que solicitei a leitura do Céu no meu nascimento, a astróloga me deu um trabalho errado. Passei quase dois anos achando que minha Lua era em Virgem e meu ascendente Capricórnio. As descrições, características de personalidade, nada batia e por pouco não deixei de acreditar. Certo dia, houve um estalo e resolvi refazer, buscar outro profissional (como a gente busca uma segunda opinião médica, sabe?) e era é o contrário: minha Lua é em Caprica e o ascendente, Virgo. Estava explicado. O que quero dizer com isso é que há bons e maus profissionais em todos os campos e a Astrologia se inclui aí.

Astrologia funciona? Hoje, posso afirmar que minha crença vem daquilo que ela ensina, vem da minha experiência pessoal, da análise dos dados e suas conclusões. Ela funciona e oferece resultados plausíveis e visíveis. As relações entre os movimentos terrestres e celestes existem efetivamente e são observadas há muito tempo. A influência da Lua nas marés, o crescimento das plantas ou mesmo a fertilização e nascimento de bebês, a menstruação feminina etc. Nossos sentimentos e reações não nascem do nada, mas dependem de diversos fatores e podem ser afetados pelas mudanças do ambiente terrestre e cósmico, sim. Isso independe da nossa vontade.

Mas, como uma pessoa de Leão pode ser tão diferente de outra com o mesmo signo, por exemplo? Simples: algo chamado individualidade. Somos únicos. Assim funciona a Astrologia que divide o zodíaco em 12 signos agrupando as características que são comuns, apesar das diversidades de sua manifestação individual. Aí, entra o horóscopo (diário, semanal, mensal) que nem sempre se aplica de forma exata aos diferentes seres. 

Um astrólogo comprometido vai se basear em alguns fatores importantes ao analisar um período, como o movimento da Lua, os aspectos que esta forma no céu com os vários planetas, os trânsitos planetários, especialmente aqueles dos planetas rápidos, (Sol – Permanece mais ou menos 30 dias em cada signo. Lua – Permanece 2 dias em cada signo. Mercúrio – permanece 15 dias em cada signo. Vênus – permanece 24 dias em cada signo. Marte – permanece 40 dias em cada signo), que produzem efeitos mais facilmente sentidos.



Por isso, ao ler nosso horóscopo, devemos manter uma certa distância, pois nada é 8 ou 80. O que está ali é antes de tudo conselhos, nortes para nos basearmos na tomada de decisões. Horóscopo é só uma das muitas possibilidades da Astrologia. Sua crença não deve versar apenas por que a previsão não deu certo com você, foi desagradável ou pessimista. Leia, se informe, saia do senso comum para formar sua opinião. Lembre que somos apenas um serzinho nessa imensidão e que ainda há muito para ser descoberto sobre a nossa existência na Terra.


Boa semana a todos e que o Céu nos reserve sempre o melhor!

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário

Compartilha comigo o que você achou desse post. É muito bom ter você por aqui! ❤