In Dezembros Organização

COMO TENTO ME ORGANIZAR // REGISTROS


Hey, amigos!
Já dividi com vocês o tanto de certeza que o meu cérebro tem sobre a noite ser feita pra pensar. Basta deitar que as ‘coisas por fazer’ ficam gritando feito loucas, lembando que precisam ser trabalhadas e melhor que tudo, finalizadas. Isso vale para os posts daqui também. Tinha criado (mentalmente, é claro) uma meta para as postagens, mas essa semana já furei, mas foi por um bom motivo: fui buscar uns livros que tinha comprado pela internet no shopping. 

Sempre compro pra retirar direto na livraria e economizar no frete. Faço isso justamente pra poupar tempo, pois não consigo me controlar nas estantes. Levo horas olhando coisas aleatoriamente, me perdendo nas ordens alfabéticas, que nunca estão ordenadas, sem querer incomodar tanto o atendente/vendedor... Para variar, meio que já desviei do assunto desse post. Voltando, o fato é que estou ainda mais fiel às anotações.

Pra amenizar a pressão tento registrar tudo, preencher. Há muita verdade no fato de que se há coisas não faladas elas devem ser registradas, escritas, se não te sufocam. Estou tentando manter este hábito, porque definitivamente as lista de ‘coisas por fazer’ estão me ajudando a dormir melhor e ficar menos ansiosa durante o dia. Antes, era só deitar na cama que minha cabeça ficava a mil e não conseguia descansar. Com este hábito de escrever tudo que eu quero fazer, as obrigações, os sonhos e vontades, parece que meu cérebro vai ficando mais calmo antes de dormir. Como se fosse um tratado, uma combinação. Mas, como registrar?

Agenda? Caderno de organização? Já tentou um planner? 

Agenda: é o método que utilizo. Elas me acompanham desde muito tempo, todo ano é sagrado. Porém, há dias que ficam, lá, branquinhos. O meu segredo é não fazer listas imensas de tarefas que não conseguirei cumprir. Se por acaso não conseguir realizar algum item, repito no dia seguinte, sem drama, sem cobranças. 

Caderno de organização: nunca tentei, mas... O caderno é separado por seção e a pessoa vai anotando suas demandas. A intenção é não se preocupar com as outras coisas. Se você decide ir na seção 'postar no blog', naquele momento não interessa se você tem que marcar dentista, ligar pra alguém, terminar um artigo ou cumprir um passo do cronograma capilar... Descobri que não funciona pra mim, fico pensando nessas categorias, criaria infinitas, enfim. 

Planners: é a perfeição, é completo, é um diário pra vida. Mas, são caros, (na maioria das vezes) grandes... Há a possibilidade de DIY, como o da Bia Moraes, do Two-Bee, que ainda disponibiliza versões grátis pra baixar. Mas é aquela coisa, tem de imprimir num papel bacana, organizar num fichário... Não tenho muita paciência, confesso, daí a praticidade de já comprar uma agenda prontinha.

Há quem funcione muito bem sem planejamento e com uma organização bem desorganizada. E que saber? Tudo bem! Esse é apenas o meu ponto de vista, já que quando estou organizada, controlando as minhas coisas, consigo render muito mais. Venho buscando equilíbrio de diversas formas e essa é uma delas. Estava planejando esse post há um tempinho e fico feliz de enfim compartilhar com vocês algo que melhorou meus dias. 


Um grande beijo!

Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário