In Dezembros

passado

Hey, amigos. 
Há coisas que parecem impossíveis de superar, o passado parece não entender seu significado.


Dizem que muitas vezes não podemos "superar" algo por causa de histórias que contamos a nós mesmo, interpretação que fazemos do que aconteceu conosco e não o fato em si. Anos que não acabam, pessoas que saem sem aviso e deixam sua presença constante e fria como uma faca afiada, ciclos que não se fecham, situações que vão e voltam em sonhos atormentados. Por mais que busquemos, parece impossível seguir em frente. A verdade é que há coisas que não podem ser superadas. Elas te marcam pra sempre, te ferem de morte, mas você não morre. E também não te fortalecem como sugere o ditado. O que fazer?    

Sabemos que tudo acaba, mas tem coisas que sangram mais.
- Cléo de Páris

Seguir. As feridas ainda estarão lá, se ela é daquelas que não saram nunca. Ou poderão ser apenas cicatrizes. Só a gente vai conseguir dizer, ninguém mais. O importante é perceber que, enquanto isso, a vida está acontecendo. E é preciso viver.

Mas, e o passado? Às vezes, ele não passa. Acostume-se... O importante é estar disposto a recomeçar. Que tal hoje? 


Related Articles

0 comentários:

Postar um comentário